Aboios e Repentes
Aqüicultura
Aves
Cães
Causos Na Beira do Fogo
Cavalo e Cia
Ciência no Campo
Debate Rural
Dog Foto Blog
Dúvidas? O especialista ajuda
Empregos no Campo
Exposições e Leilões
Feira Livre
Galeria de Fotos Rurais
Meio Ambiente
NE Vinhos
Notícias do Campo
Receitas do Campo
Suínos
Turismo Rural
img teste Agricultura
boi Bovinos e Bubalinos
img teste Casa de Fazenda
- Equinos
- Fruticultura
Carpinos 2 Ovinos e Caprinos
quarta-feira, 10 de junho de 2009
Uma semente de feijão de corda mais nutritiva

É a cultivar BRS Xiquexique, uma semente com maiores teores de ferro e zinco, micronutrientes que ajudam a combater a anemia e conferem maior resistência ao organismo. A nova semente de feijão de corda, como é conhecido no nordeste, tem em média de 77 mg/kg (77 ppm) de teor de ferro e produz até 750kg por hectare em condição de sequeiro e quase 2 toneladas/ha em sistema irrigado. 

 

As sementes da Xiquexique, desenvolvidas pelos pesquisadores da Embrapa Meio-Norte,no Piauí, já estão sendo plantadas, também, no Maranhão e em Sergipe. BRS Xiquexique é uma planta de porte semi-prostrado, ramos relativamente consistentes, os quais contribuem para a resistência ao acamamento. Tem vagens secas amarelo-avermelhadas, grãos brancos, arredondados, tegumento liso, sem brilho e com anel do hilo marrom claro, que se enquadram na subclasse comercial branco. Ela tem cozimento rápido, é bastante palatável e atende ao padrão de preferência de grande faixa de consumidores das regiões Norte e Nordeste.

 

É um feijão de bom nível de resistência às doenças, principalmente aos vírus. Exige menos uso de defensivos agrícolas, o que colabora para evitar os ricos de contaminação dos produtores e do meio ambiente.

 

da redação do Nordeste Rural
Voltar Imprimir
LEIA MAIS:
20.10.2014 05h56>
Livrando a plantação de feijão de corda do ataque de pragas

 
-->



Fale Conosco
 
Expediente

Anuncie

© 2003 TV Globo LTDA. Todos os direitos reservados.